Santo Antônio de Leverger, 21 de Novembro de 2017
  Navegue:
Resgate Histórico
Eventos Sociais
Esporte
Política
Cultura
Saúde
Cidades
Pesqueiros / Pousadas
Dicas de pesca
Gastronomia Regional
Em sua opinião o Município deve proceder de que maneira com o morador que joga entulhos em vias públicas
Votar
Ver Parcial
noticias
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
DE VARGINHA PARA O MUNDO
O som inigualável da viola de cocho pelas mãos de Mestre Alcides
19/10/16
Por: Redação - Leverger news
Fonte: Jaciara News (Agosto/2016)

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem já ouviu o som de uma viola de cocho diz que nunca se esquece. Com forma e sonoridade singulares, esse instrumento possui cinco ordens de cordas, com duas possibilidades de afinação. Da vibração sai a base para o siriri e o cururu - ritmos tradicionais do pantanal. E a poesia vai pra além do som; apenas mestres artesãos entalham a viola de cocho de madeiras enteiriças.

Essa é, inclusive, a profissão de Mestre Alcides Ribeiro e de sua família há quatro gerações. Aos 51 anos, o artesão está no Rio de Janeiro para representar essa tradição. Trazido pelo Governo do Mato Grosso, ele faz um tour pela Casa Brasil e pelo Rio Media Center para divulgar ao mundo os fazeres da sabedoria popular.

 

Em 2012, ele foi reconhecido pelo Ministério da Cultura como mestre da cultura popular do Mato Grosso, seguindo os passos do pai que ganhou o prêmio em 2009. Abaixo, ele conta um pouco da sua relação com viola de cocho, que está presente na cultura do estado há 300 anos.


 

O que é a viola de cocho?

É um instrumento musical encontrado nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste brasileiro. E é considerada patrimônio histórico imaterial no Brasil desde 2004 e tem esse nome porque é esculpida em tronco de madeira inteiriço, assim como se fazem oscochos, utilizados para servir alimentação para animais no Pantanal. O instrumento se apresenta com cinco ordens de cordas simples. São várias as madeiras utilizadas: para o corpo do instrumento, a Ximbuva e o Sarã; para o tampo, raiz de Figueira branca; e para as demais peças, o Cedro.

 

Há quantos anos o senhor se dedica a produzir esse e outros instrumentos tão importantes para a cultura do Mato Grosso?

Alcides Ribeiro: Eu comecei aos 15 anos junto com o meu pai. No início, eu conciliava com outro trabalho, mas há 20 anos me dedico e vivo exclusivamente de produzir a viola de cocho. Com ela, já viajei para vários lugares e até mesmo para fora do país. Fico muito orgulhoso de levar a cultura do meu estado para outros estados e países.

 

Onde a viola de cocho pode ser encontrada?

Alcides Ribeiro: Hoje vendemos para lojas dos estados do Sul e do Sudeste do país. As violas também chegaram à França, Grécia, Portugal, Espanha e EUA. A venda que mais me marcou foi para um cliente que prometeu entregar a viola para o Papa Francisco.

 

Desde quando a viola de cocho está presente na sua família?

Alcides Ribeiro: A fabricação da viola de cocho é uma tradição na minha família. Foi um ensinamento passado de pai para filho. Eu já sou a quarta geração de artesãos do instrumento na minha família, e meu filho também já sabe fabrica-lo.

 

Como é feira a produção da viola?

Alcides Ribeiro: O processo de fabricação precisa de 8 a 10 dias e 80% da madeira que utilizo é de reaproveitamento. Normalmente, recebo doações ou vou em obras recuperar as madeiras que podem ser reutilizadas. Como já sou conhecido na região, as pessoas me avisam quando encontram algum tipo de madeira. Por mês, produzimos de 20 a 40 violas.

 

Como é apresentar a sua arte para o mundo todo em meio às Olimpíadas?
Alcides Ribeiro: Estou muito feliz com essa oportunidade única. Esse é um grande evento e me orgulho de estar aqui.


 

 

Atenção! Os comentários e opiniões são de responsabilidade única e exclusiva do leitor e não expressam, necessariamente, o ponto de vista do site. Ao comentar, o usuário declara ciência e aceitação deste termo de conduta dos comentários do site LevergerNews.
Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
invejoso
Autor: domingas Dia 27/10/2016 - 21:15
CUIDADO PRA NAO MORRE COM O PROPRIO VENENO SEU INVEJOSO, VC NAO CHEGAR NEM AOS PES DO ALCIDES INVEJOSO DOR DE COTOVELO MATA
Viva a Cultura
Autor: Jamilson Dia 21/10/2016 - 14:37
Não temos que denegrir a imagem de quem trabalha para manter a Cultura Regional Viva. Ao contrário, devemos aplaudi-lo e incentivá-lo para que continue com esse tão maravilhoso trabalho.
Sabe
Autor: jamil Dia 20/10/2016 - 13:21
Sabe nada jairo...deve ser dor de cotovelo....o Kara e gente boa ate d + ...participa de tudo aqui na comunidade de Varginha...na festa de Bom Jesus ...na festa de Carnaval...Talvez se ele nao tivesse por aqui ja tin ha ate acabado...em todas as promoçoes beneficiente ta ajudando....gente boa competente...e ajuda colacar Varginha no cenario Estadual, Nacional e ate Internacional com a sua arte de fazer viola de cocho...e dar curso de ensinamento as garotadas pra aprender essa arte....esse jairo nem aqui da varginha e´
já vi melhores
Autor: jairo Dia 20/10/2016 - 09:03
Como pessoa não vale um pequi ruido, mas como profissional é bom para segurar na madeira.
Mais Notícias
11/11/17
"Cantando o Nordeste", marca a estreia de novo grupo de coral de Leverger
04/11/17
Um ano após inauguração, Memorial Rondon está fechado
04/10/17
Emoção e agradecimentos marcam o embarque de 40 crianças e adolescentes do Coral da Arte Cidadã
04/10/17
Prefeitura viabiliza transporte de delegação que participa em São Paulo do 13º Festival Nacional de Coros
18/09/17
7ª cavalgada reúne caravanas da Baixada Cuiabana em Mimoso
05/09/17
Conheça a programação da Festa de Nossa Senhora do Livramento 2017
01/09/17
Fim de semana tem Racionais, Kiev Ballet e Thiaguinho
29/08/17
Jovem músico santo-antoniense faz apresentação com Daniel na Orla do Porto
24/08/17
Alunos da escola Leônidas de Matos participam do Programa Por Dentro do Parlamento
14/08/17
História da comunidade Livramentense será transformada em filme e exibida na TV Futura
02/08/17
A história de poder e ruína do homem que mandava e desmandava em Santo Antônio
25/07/17
Réplica fiel de Aparecida vai passar por Santo Antônio e Barão de Melgaço
19/07/17
Membros do Vitória Regia passam mal em Festival no RS e apresentação é suspensa
18/07/17
Após encantar sulistas no 45º Festival Internacional de Folclore, Vitória Régia retorna a Santo Antônio
13/07/17
Grupo de Siriri de Santo Antônio participa do 45º Festival Internacional de Folclore com apoio da prefeitura
05/07/17
Vereador por seis mandatos, Seu Bugre celebra nesta quarta-feira 80 anos de vida
20/06/17
Escola Santa Claudina de Mimoso fundada por Marechal recebe livros da Turma da Mônica
25/05/17
Coral Juvenil Arte Cidadã se apresenta em Leverger nesta sexta-feira (26)
17/05/17
Inscrições para o tradicional evento da festa da cidade tem apoio da prefeitura
12/05/17
Estudantes de Varginha participam de tarde cultural em Cuiabá
10/05/17
Município concede a mais alta homenagem a Enil Moraes, e concede-lhe a Comenda Rondon
12/04/17
Nico e Lau e parceiros se apresentam em show no próximo final de semana em Cuiabá
11/04/17
Paróquia de Santo Antônio divulga programação das celebrações da Semana Santa
07/04/17
Santo-antoniense faz viola de cocho e mantém modo de vida aprendido com família
28/03/17
Zeca Moraes viabiliza com deputado Romualdo emenda para reforma da Catedral de Cuiabá
28/03/17
Almoço da Festa do Senhor Divino reúne santo-antonienses
15/02/17
Governo lança edital para gestão do Memorial Rondon
14/02/17
Grupos folclóricos de Siriri e Boi-à-Serra terão apoio da prefeitura de Santo Antônio
15/01/17
Lei prevê punição à família de aluno que agredir professor em MT
08/11/16
Menos de três meses após inauguração, Governo fecha Memorial Rondon
CYBORG - O HOMEM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Homônimo de herói de seriado americano vai responder pelo Controle de frotas e veículos da prefeitura de Leverger

BONITO PRA XA CARA !!!

Comediante é vetado para subir ao palco em Leverger

DOCUMENTO PÚBLICO

Gerente da Prefeitura Santo Antônio é suspeito de assinar ordem para pagamento sem conhecimento e autorização do chefe

DEMOROU, MAS SAIU DE CENA

Ex garoto prodígio do prefeito de Santo Antônio é exonerado

A ÚLTIMA CEIA!

Dois secretários devem sentar pela última vez ao lado do prefeito Valdir, num jantar nesta quinta-feira

Mais notas
Estrutura do Marketing
Marketing político e eleitoral - Parte VI
Cláudio Cordeiro - Publicitário/Advogado
Evento em prol da festa do Senhor Divino reúne personalidades em Leverger
Redação - Leverger News
BAIXADA CUIABANA E SEUS DESAFIOS
EMANUEL PINHEIRO - É deputado estadual pelo Partido da República (PR)
© Copyright Levergernews - Santo Antônio do Leverger, MT - Fone: (65) 3341-1799/8403-5258