Santo Antônio de Leverger, 12 de Dezembro de 2018
  Navegue:
Resgate Histórico
Eventos Sociais
Esporte
Política
Cultura
Saúde
Cidades
Pesqueiros / Pousadas
Dicas de pesca
Gastronomia Regional
Em sua opinião o Município deve proceder de que maneira com o morador que joga entulhos em vias públicas
Votar
Ver Parcial

noticias
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
OPERAÇÃO RÊMORA
Após se intitular como "Ficha Limpa", Allan é delatado por recebimento de propina na SEDUC
23/09/18
Por: Redação - Leverger News
Fonte: Gazeta Digital

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atualizada às 13h35 - A delação do empresário Ricardo Augusto Sguarezi, um dos réus da ação oriunda da Operação Rêmora, atinge mais um deputado estadual e uma ex-secretária de Estado no suposto esquema de cobrança de propina na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) no governo Silval Barbosa. Trata-se do deputado estadual Allan Kardec (PDT) e da ex-secretária Rosa Neide (PT). De acordo com o delator, quando Rosa Neide assumiu a Seduc em 2010, em substituição ao deputado federal Ságuas Moraes (PT) que disputaria o pleito daquele ano, “ela deu continuidade na cobrança de 3% do valor das obras tocadas pela Aroeira Construção iniciada por Ságuas em 2008”, diz trecho da colaboração que A Gazeta teve acesso.

 Sguarezi conta que em maio de 2011, Nuccia Santos foi nomeada para a Superintendência de Acompanhamento e Monitoramento da Estrutura Escolar da Seduc, e teria ficado responsável pela cobrança e recebimento de propinas, “para abastecer o caixa do Partido dos Trabalhadores”, revela o empresário.

A delação de Ricardo Sguarezi foi homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Melo.

Como provas de suas declarações, Sguarezi entregou cópias de cheques, depósitos e troca de mensagens e e-mails com os acusados. A delação está em sigilo.


Ainda de acordo com Sguarezi, em 2012, durante as eleições municipais, o então candidato a vereador por Cuiabá, Allan Kardec, filiado ao PT na época, “veio em meu escritório e me apresentou Anderson Roriz, dono de uma Factoring; Que Allan Kardec me disse que iria conseguir dinheiro com a factoring e eu deveria efetuar o pagamento; Que a ordem da Seduc era que seria feito todos os esforços para eleger ele o candidato Lúdio Cabral (PT), que concorria à prefeitura de Cuiabá”, consta em outro trecho do depoimento, onde garante que a cobrança permaneceu até em 2014. 

Além de reafirmar e complementar informações a respeito do esquema de fraudes e direcionamento de 23 licitações da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para construção e reformas de escolas, obras orçadas em R$ 56 milhões, ele envolveu personagens como os deputados federais Ságuas Moraes (PT) e Ezequiel Fonseca (PP). 

Segundo ele, tudo teria começado em 2008 quando buscava receber da Seduc as medições de uma obra da qual era responsável. Antônio Carlos Ioris, que atuava na Pasta, o procurou para explicar que o pagamento seria realizado, “caso o peticionante concordasse em pagar algumas dívidas de campanha e contribuísse para a eleição do deputado Ságuas Moraes”. 

Já em relação a Ezequiel Fonseca, Sguarezi informa que o parlamentar, quando atuava como secretário-adjunto de Estrutura Escolar da Seduc, teria lhe procurado e pedido “uma espécie de ajuda, entregando um carnê de financiamento de uma camioneta, para que fosse quitada em 11 vezes”. 

Acusados negam desvio de dinheiro público 

O deputado estadual Allan Kardec (PDT) e a ex-secretária de Estado Rosa Neide (PT) negam as acusações do empresário Ricardo Sguarezi de um suposto esquema de cobrança de propina enquanto atuavam na Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Ambos disputam as eleições deste ano. Kardec buscando à reeleição e Rosa Neide uma vaga na Câmara Federal. 

Allan Kardec, que hoje se encontra filiado ao PDT, disse por meio de sua assessoria de imprensa “que nunca participou de qualquer recebimento ou cobrança de propina”. “Eu ocupava um cargo técnico na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e que por nunca tive e nem quis ter a função para tratar de contratos ou grandes obras com empresas e empreiteiras”, afirmou. O deputado ainda diz que nunca tratou com ninguém sobre qualquer assunto relacionado a propina e desconhece qualquer assunto dessa natureza envolvendo Ricardo Sguarezi.  

“Vou acionar os meus advogados para tomar conhecimento dessa delação. É muito estranho esse tipo de acusação. É um absurdo. Principalmente durante o período eleitoral’, finaliza.

A delação do empresário Ricardo Sguarezi, um dos réus da Operação Rêmora, atinge o deputado, Allan Kardec no suposto esquema de cobrança de propina na Seduc no governo Silval Barbosa
A delação do empresário Ricardo Sguarezi, um dos réus da Operação Rêmora, atinge o deputado, Allan Kardec no suposto esquema de cobrança de propina na Seduc no governo Silval Barbosa

Já Rosa Neide disse por meio de nota que todas as ações da Seduc no período que esteve na Secretaria se deram dentro da legalidade e foram auditadas e aprovadas por diversos órgãos de controle. A candidata também diz desconhecer qualquer assunto que envolva possível delação premiada, que por ventura tente envolve -la em algo ilícito. 

A nota também diz que Rosa Neide nunca respondeu a nenhum processo administrativo e muito menos criminal, referente aos cargos que ocupou. ‘Ela lamenta essa tentativa irresponsável de atacar a sua honra em plena campanha eleitoral’. Ricardo Sguarezi teve a sua delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele também afirma que os deputados federais Ságuas Moraes (PT) e Ezequiel Fonseca (PP) também cobraram propina enquanto atuavam na Secretaria. Ambos negam as acusações.

 

Atenção! Os comentários e opiniões são de responsabilidade única e exclusiva do leitor e não expressam, necessariamente, o ponto de vista do site. Ao comentar, o usuário declara ciência e aceitação deste termo de conduta dos comentários do site LevergerNews.
Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Notícias
15/08/17
Há 41 dias no cargo, secretário consegue desinterdição e hospital retoma atendimentos à população
12/12/18
Dois criminosos são presos por assassinarem homem em comunidade rural do município
12/12/18
Por unanimidade, Tribunal de Contas emite parecer favorável à aprovação das contas do prefeito Valdirzinho
12/12/18
TCE pede intervenção do Estado no município de Acorizal
12/12/18
Cerca de 400 pescadores estão com 2 meses de seguro defeso em atrasado
08/12/18
Valdirzinho é eleito presidente do CVRC e inicia caminhada para alçar vôos mais altos a partir de 2020
07/12/18
Mais de 150 kg de pescado irregular são apreendidos na comunidade Valor Verde
03/12/18
Polícia fez devassa em residências nas duas cidades por fraudes na Sema
03/12/18
Netos vetam a vinda de restos mortais de Marechal Rondon para Mimoso
30/11/18
Santo-antoniense é homenageado em sessão especial da AL por 25 anos de serviços à Educação de MT
30/11/18
Prefeitura de Santo Antônio realiza operação em trecho da MT-040 e dá mais segurança aos condutores de veículos
29/11/18
Justiça manda abater 2 mil galos apreendidos numa rinha em Santo Antônio
29/11/18
PM frustra roubo em chácara e prende 3 suspeitos
28/11/18
Santo-antoniense é empossado no cargo de defensor público-geral para o biênio 2019/2020
27/11/18
Prefeitura de Livramento anuncia cortes de servidores nesta semana
26/11/18
Peixes apreendidos em Santo Antônio são doados para instituições de Cuiabá
26/11/18
Vídeo mostra apreensão de filés de pintados e cacharas transportados em ônibus intermunicipal
23/11/18
Bombeiros encontram corpo de jovem desaparecido em cachoeira
23/11/18
Mais de 1,2 mil quilos de pescado irregular são apreendidos na região de Pantanalzinho
21/11/18
Jovem é arrastado pela água em cachoeira, desaparece e é procurado pelos Bombeiros
15/11/18
Fiscalização apreendeu 262 kg de peixes, entre jaús e pintados na região ribeirinha de Leverger
14/11/18
Prefeito institui verba indenizatória para si próprio e salário passa a ser R$ 24 mil
14/11/18
Vereador de Livramento aciona Polícia por suspeita de irregularidades na prefeitura
12/11/18
Livramento será rota de competição mundial de Paramotor
11/11/18
MT e MS se unem para padronizar legislação referente ao Pantanal
08/11/18
Suspeito diz que matou irmã com pauladas na cabeça, mas nega estupro
06/11/18
TCE reprova contas do ex-prefeito, Valdir Ribeiro e dá parecer pela aprovação das contas de Valdirzinho
06/11/18
Santo Antônio no "OLHO DO FURACÃO" da operação da PF
05/11/18
Justiça mantém procedimento para regularizar Quilombo em Nossa Senhora do Livramento
02/11/18
Prefeitura estima que milhares de pessoas devam passar pelo Cemitério de Santo Antônio
CYBORG - O HOMEM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Homônimo de herói de seriado americano vai responder pelo Controle de frotas e veículos da prefeitura de Leverger

BONITO PRA XA CARA !!!

Comediante é vetado para subir ao palco em Leverger

DOCUMENTO PÚBLICO

Gerente da Prefeitura Santo Antônio é suspeito de assinar ordem para pagamento sem conhecimento e autorização do chefe

DEMOROU, MAS SAIU DE CENA

Ex garoto prodígio do prefeito de Santo Antônio é exonerado

A ÚLTIMA CEIA!

Dois secretários devem sentar pela última vez ao lado do prefeito Valdir, num jantar nesta quinta-feira

Mais notas
o Grandioso Santo Antônio faz parte de Leverger à exatamente 118 anos
Tayane de Andrade Castro
Viva Rondon
Allan Kardec
O que dizer da Mulher Levergense?
Redação - Levergense
Estrutura do Marketing
© Copyright Levergernews - Santo Antônio do Leverger, MT - Fone: (65) 3341-1799/8403-5258