Santo Antônio de Leverger, 26 de Junho de 2019
  Navegue:
Resgate Hist�rico
Eventos Sociais
Esporte
Política
Cultura
Saúde
Cidades
Pesqueiros / Pousadas
Dicas de pesca
Gastronomia Regional
Em sua opinião o Município deve proceder de que maneira com o morador que joga entulhos em vias públicas
Votar
Ver Parcial

noticias
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
SEQUESTRO EM STO ANTÔNIO
Família de gerente do Banco do Brasil é mantida refém e ameaçada por 11 horas
14/09/18
Por: Redação - Leverger News
Fonte: Folhamax

 

ATUALIZADA 15:40hs

 

 

 

 

 

A família de um gerente do Banco do Brasil, de Santo Antônio do Leverger (a 34 km de Cuiabá), foi sequestrada e passou 11 horas sendo ameaçada pelos criminosos. A mulher e duas filhas foram libertadas por volta das 11h da manhã desta sexta-feira (14), na região do bairro Pedra 90, em Cuiabá.

De acordo com a polícia, o bando invadiu a casa do gerente por volta das 0h e ficou no local até amanhecer. Parte do bando saiu do local com a mulher e duas filhas.

A promessa dos bandidos seria de que libertaria as reféns após o gerente entrar na agência bancária pela manhã e sacar uma grande quantia em dinheiro.

“Entraram na casa, passaram a madrugada inteira e hoje de manhã fizeram o gerente ir na agência para sacar, mas o banco percebeu e acionou a polícia”, relatou o delegado.

“Entraram na casa, passaram a madrugada inteira e hoje de manhã fizeram o gerente ir na agência para sacar, mas o banco percebeu e acionou a polícia”, relatou o delegado Diogo Santana, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Ainda conforme o delegado, a família foi liberta após os bandidos perceberem a presença da polícia na cidade pequena. Nada foi levado da agência. Nenhum bandido foi preso na ação.

“Em um primeiro momento a gente evita fazer o flagrante para preservar a vida dos reféns. A nossa ideia é evitar o confronto para que não haja problema. Agora vamos trabalhar para identificar os bandidos”, explicou o delegado.

“No sapatinho”

A modalidade do crime é conhecida como “no sapatinho”. Em maio, por exemplo, o gerente de uma agência do Banco Bradesco, em Rondonópolis (212 km ao Sul), pagou R$ 380 mil para bandidos, após ter sua família sequestrada. As vítimas passaram cerca de 14 horas em poder dos criminosos.

Conforme o boletim de ocorrência, os bandidos invadiram, inicialmente, a casa do vizinho do gerente. O vizinho também foi amarrado e feito  refém em um cômodo da casa dele. 



 

Atenção! Os comentários e opiniões são de responsabilidade única e exclusiva do leitor e não expressam, necessariamente, o ponto de vista do site. Ao comentar, o usuário declara ciência e aceitação deste termo de conduta dos comentários do site LevergerNews.
Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Notícias
15/08/17
Há 41 dias no cargo, secretário consegue desinterdição e hospital retoma atendimentos à população
CYBORG - O HOMEM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Homônimo de herói de seriado americano vai responder pelo Controle de frotas e veículos da prefeitura de Leverger

BONITO PRA XA CARA !!!

Comediante é vetado para subir ao palco em Leverger

DOCUMENTO PÚBLICO

Gerente da Prefeitura Santo Antônio é suspeito de assinar ordem para pagamento sem conhecimento e autorização do chefe

DEMOROU, MAS SAIU DE CENA

Ex garoto prodígio do prefeito de Santo Antônio é exonerado

A ÚLTIMA CEIA!

Dois secretários devem sentar pela última vez ao lado do prefeito Valdir, num jantar nesta quinta-feira

Mais notas
Um dia escrevi "O Rio Cuiabá pede socorro" e hoje escrevo: todo o vale do Cuiabá pede socorro
Faissal - Dep Estadual /MT
Um Tributo a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá
Luiz Fernando Amorim
"Funcionalismo Público: aumentar a receita sem cortar cabeças"
Leovaldo Antônio Duarte - Presidente do SIPROTAF-MT
o Grandioso Santo Antônio faz parte de Leverger à exatamente 118 anos
Tayane de Andrade Castro
© Copyright Levergernews - Santo Antônio do Leverger, MT - Fone: (65) 3341-1799/8403-5258