Santo Antônio de Leverger, 13 de Dezembro de 2018
  Navegue:
Resgate Histórico
Eventos Sociais
Esporte
Política
Cultura
Saúde
Cidades
Pesqueiros / Pousadas
Dicas de pesca
Gastronomia Regional
Em sua opinião o Município deve proceder de que maneira com o morador que joga entulhos em vias públicas
Votar
Ver Parcial

noticias
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
MEIO AMBIENTE X ENERGIA
ANA barra outorgas a novas hidrelétricas no Pantanal, região hidrográfica do Paraguai
17/09/18
Por: Redação - Leverger News
Fonte: RDnews

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Agência Nacional de Águas (ANA) vai sobrestar as outorgas de direito de uso de recursos hídricos para novos empreendimentos hidrelétricos na Região Hidrográfica do Paraguai, onde fica o Pantanal, até 31 de maio de 2020.

O objetivo é evitar que ?os barramentos para produção de energia elétrica prejudiquem outros usos praticados na Região, principalmente pesca e turismo, e preservar a região que abriga um bioma vulnerável. Com essa medida, a ANA inicia a implementação de ações regulatórias identificadas como necessárias no Plano de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Paraguai (PRH Paraguai), aprovado em março pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). O PRH Paraguai identificou esses empreendimentos como uma das possíveis ameaças ao sistema natural do Pantanal e ?à garantia dos usos múltiplos praticados na região.

Rios Vivos

Atualmente existem 144 aproveitamentos hidrelétricos em estudo na Região, a maioria para construção de PCHs

Extensiva a pedidos de Declarações de Reserva de Disponibilidade Hídrica (DRDH), a medida consta da Resolução ANA nº 64/2018, e considera como novos empreendimentos hidrelétricos aqueles que não estavam em operação comercial até 18 de julho deste ano. A suspensão se estenderá pelo menos até a conclusão de estudo iniciado em novembro de 2016 pela ANA para investigar os efeitos socioeconômicos e ambientais da implantação desses empreendimentos sobre os demais usos da água e sobre os próprios recursos hídricos, como comprometimento da qualidade das águas ou alteração do regime hidrológico (chuvas).

Com os dados do estudo em mãos, a ANA poderá incorporar as conclusões aos seus procedimentos e critérios de outorga, como definir locais onde os empreendimentos hidrelétricos poderão ser instalados e sob quais condições. O estudo será concluído até maio de 2020 pela Fundação Eliseu Alves, contratada pela ANA.

Os pedidos de outorga afetados pela restrição são aqueles para a instalação de empreendimentos hidrelétricos em rios de domínio da União, ?ou seja, que atravessam mais de um estado ou fazem fronteiras, portanto, regulados pela Agência de Águas.

Atualmente existem 144 aproveitamentos hidrelétricos em estudo na Região Hidrográfica do Paraguai, a maioria para construção de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs). Dados do PRH-Paraguai apontam que o potencial hidrelétrico da região é explorado atualmente por sete hidrelétricas, 29 PCHs e 11 centrais geradoras hidrelétricas, totalizando uma capacidade instalada de 1,1 mil MW. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a região possui um potencial adicional de geração de 1.172MW.

A outorga de direito de uso de recursos hídricos é um instrumento de gestão que está previsto na Política Nacional de Recursos Hídricos, estabelecida pela Lei nº 9.433/97, cujo objetivo é assegurar o controle quantitativo e qualitativo dos usos da água e o efetivo exercício dos direitos de acesso aos recursos hídricos. Para corpos d’água de domínio da União (interestaduais e transfronteiriços), a competência para emissão da outorga é da ANA.

Antes de passar por licitação da concessão ou pela autorização do uso do potencial de energia hidráulica, o agente responsável pelo setor elétrico precisa obter a Declaração de Reserva de Disponibilidade Hídrica, emitida pela ANA ou órgão responsável pelos recursos hídricos, de acordo com o domínio do rio (da União, dos estados ou do Distrito Federal). Depois disso, a declaração é convertida em outorga no nome de quem está solicitando.

Região Hidrográfica do Paraguai

A Região Hidrográfica Paraguai ocupa 4,3% do território brasileiro (363,4 mil km²), abrangendo parte de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o que inclui a maior parte do Pantanal, maior área úmida contínua do planeta. Os principais cursos d’água são: rio Paraguai, Taquari, São Lourenço, Cuiabá, Itiquira, Miranda, Aquidauana, Negro, Apa e Jauru.

Na Região Hidrográfica do Paraguai moram 2,39 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo 87% em áreas urbanas. A maior das 78 cidades da RH do Paraguai é Cuiabá. Outras cidades também têm contingente populacional significativo, como: Várzea Grande (MT), Rondonópolis (MT), Corumbá (MS), Cáceres (MT), Tangará da Serra (MT) e Aquidauana (MS). Apesar de Campo Grande não estar localizada dentro da região, a cidade exerce influência socioeconômica sobre ela.

Uma peculiaridade da Região Hidrográfica do Paraguai é que ela é a única do País que tem como principal uso da água a dessedentação (matar a sede) de animais, devido à atividade pecuária. Dos 34,8 metros cúbicos de água retirados a cada segundo, 33,5% vão para a atividade. Os demais usos são: irrigação (31,5%), consumo urbano (23%), indústrias (10%), uso rural (1%) e mineração (1%). Saiba mais sobre a Região no PRH Paraguai. (Com Assessoria)

 

Atenção! Os comentários e opiniões são de responsabilidade única e exclusiva do leitor e não expressam, necessariamente, o ponto de vista do site. Ao comentar, o usuário declara ciência e aceitação deste termo de conduta dos comentários do site LevergerNews.
Nome:
E-mail:
Título:
Comentário:
Comentários Envie o seu
 
Não foi feito nenhum comentário para esta matéria até o presente momento
Mais Notícias
15/08/17
Há 41 dias no cargo, secretário consegue desinterdição e hospital retoma atendimentos à população
13/12/18
Justiça Eleitoral cassa mandato de Perozão e o suplente, Hamilton Silva assume em definitivo na Câmara
12/12/18
Dois criminosos são presos por assassinarem homem em comunidade rural do município
12/12/18
Prefeito nomeia ex-vereadora para comandar a Saúde de Leverger
12/12/18
TCE pede intervenção do Estado no município de Acorizal
12/12/18
Por unanimidade, Tribunal de Contas emite parecer favorável à aprovação das contas do prefeito Valdirzinho
12/12/18
Cerca de 400 pescadores estão com 2 meses de seguro defeso em atrasado
08/12/18
Valdirzinho é eleito presidente do CVRC e inicia caminhada para alçar vôos mais altos a partir de 2020
07/12/18
Mais de 150 kg de pescado irregular são apreendidos na comunidade Valor Verde
06/12/18
TSE mantém impugnação de candidatura de Fabris, mas deputado ainda aguarda recursos
04/12/18
Estudos indicam que 80% dos peixes estão em período reprodutivo
03/12/18
Polícia fez devassa em residências nas duas cidades por fraudes na Sema
03/12/18
Netos vetam a vinda de restos mortais de Marechal Rondon para Mimoso
30/11/18
Santo-antoniense é homenageado em sessão especial da AL por 25 anos de serviços à Educação de MT
30/11/18
Prefeitura de Santo Antônio realiza operação em trecho da MT-040 e dá mais segurança aos condutores de veículos
29/11/18
Justiça manda abater 2 mil galos apreendidos numa rinha em Santo Antônio
29/11/18
PM frustra roubo em chácara e prende 3 suspeitos
28/11/18
Santo-antoniense é empossado no cargo de defensor público-geral para o biênio 2019/2020
27/11/18
Prefeitura de Livramento anuncia cortes de servidores nesta semana
26/11/18
Peixes apreendidos em Santo Antônio são doados para instituições de Cuiabá
26/11/18
Vídeo mostra apreensão de filés de pintados e cacharas transportados em ônibus intermunicipal
23/11/18
Bombeiros encontram corpo de jovem desaparecido em cachoeira
23/11/18
Mais de 1,2 mil quilos de pescado irregular são apreendidos na região de Pantanalzinho
21/11/18
Jovem é arrastado pela água em cachoeira, desaparece e é procurado pelos Bombeiros
15/11/18
Fiscalização apreendeu 262 kg de peixes, entre jaús e pintados na região ribeirinha de Leverger
14/11/18
Prefeito institui verba indenizatória para si próprio e salário passa a ser R$ 24 mil
14/11/18
Vereador de Livramento aciona Polícia por suspeita de irregularidades na prefeitura
14/11/18
Prefeitura disponibiliza transporte para Coral participar de Encontro em Mariana e Ouro Preto
13/11/18
Justiça condena santoantoniense a 12 anos de prisão por fraude em licitação
13/11/18
Oficial que já comandou a 3ª CIPM de Leverger é condecorado com a Comenda Filinto Muller
CYBORG - O HOMEM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Homônimo de herói de seriado americano vai responder pelo Controle de frotas e veículos da prefeitura de Leverger

BONITO PRA XA CARA !!!

Comediante é vetado para subir ao palco em Leverger

DOCUMENTO PÚBLICO

Gerente da Prefeitura Santo Antônio é suspeito de assinar ordem para pagamento sem conhecimento e autorização do chefe

DEMOROU, MAS SAIU DE CENA

Ex garoto prodígio do prefeito de Santo Antônio é exonerado

A ÚLTIMA CEIA!

Dois secretários devem sentar pela última vez ao lado do prefeito Valdir, num jantar nesta quinta-feira

Mais notas
o Grandioso Santo Antônio faz parte de Leverger à exatamente 118 anos
Tayane de Andrade Castro
Viva Rondon
Allan Kardec
O que dizer da Mulher Levergense?
Redação - Levergense
Estrutura do Marketing
© Copyright Levergernews - Santo Antônio do Leverger, MT - Fone: (65) 3341-1799/8403-5258