Santo Antônio de Leverger, 14 de Dezembro de 2017
  Navegue:
Resgate Histórico
Eventos Sociais
Esporte
Política
Cultura
Saúde
Cidades
Pesqueiros / Pousadas
Dicas de pesca
Gastronomia Regional
Em sua opinião o Município deve proceder de que maneira com o morador que joga entulhos em vias públicas
Votar
Ver Parcial
colunas
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
O episódio das cartilhas lança luz sobre a leniência governamental
18/04/13
Por: PAULO LEITE é jornalista e escritor em Mato Grosso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para muitos, a História não passa de um quadro velho pendurado na parede com a imagem vetusta de um personagem engalanado e coberto de medalhas.

Ou seja, uma figura abstrata do passado longínquo e sem conexões com a realidade atual. São vultos de uma memória esgarçada pelo tempo, pálidos retratos de uma nação imaginária, quando guerras e conflitos forjavam heróis e vilões.

As novas gerações olham para o futuro, interessam-se pouco sobre as brumas do passado. Focam o amanhã como objetivo, deixando o ontem para as cantilenas e o folclore dos moribundos. O porvir é dinâmico e atraente; o que findou, ao contrário, é lento e carregado de sentimentos, reflexões e culpas.

Mas, a História não pode ser confundida com um compêndio de letras mortas; ela tem energia e possui a capacidade de transformar os eventos contemporâneos. Ela é a bússola pela qual se guiam os novos exploradores. É a lanterna que ilumina atalhos e antevê abismos e tormentas.

Sergio Porto (Stanislaw Ponte Preta, seu pseudônimo), um dos redatores e cronistas mais brilhantes que já habitaram este país, escreveu uma letra para satirizar os enredos das escolas de samba cariocas que abusavam dos temas pomposos e recheados de vultos históricos: o Samba do Crioulo Doido.

Na música, o autor promovia o casamento de Dona Leopoldina (Imperatriz do Brasil) com Tiradentes; no trecho mais hilário da composição, dizia que “Joaquim José da Silva Xavier (o Tiradentes), queria ser dono do mundo e se elegeu Pedro Segundo”...

O letrista ironizava, justamente, a imposição de uma cultura enciclopédica aos sambistas do morro, homens criativos, mas de pouco saber formal. O Samba do Crioulo Doido perdurou como uma piada sagaz e inteligente durante décadas. Era a irreverência levada ao patamar de arte popular.

Eis que o governo estadual publica uma cartilha, com verdadeiras pérolas sobre a história de quatro municípios mato-grossenses.

Trata Barão de Melgaço como o “cu do mundo”, diz que Cáceres foi colonizada por “freiras lésbicas celibatárias”, que os bandeirantes chegaram a Santo Antônio do Leverger e exclamaram “Que Pantanal porra nenhuma, nós queremos ouro!”, e, finalmente, que Poconé tem sua origem em “muambeiros e meretrizes”.

Seria cômico, se não fosse trágico. O texto reproduzido de um site de humor chamado “Desciclopédia” é uma paródia do Wikipédia e trata com deboche e escárnio os temas ali postados. É engraçado... Piadas de gosto duvidoso, principalmente para os cidadãos destes municípios, mas escrito com soberba inteligência e desconcertante irreverência.

Por outro lado, é dramático, porque desvenda o pouco caso com o qual instituições governamentais cuidam da educação e da qualificação de nossa gente.

Terceirizam uma atividade estratégica e não se dão sequer ao trabalho de revisar a redação. Será que ninguém leu estas barbaridades? Será que o dinheiro público é tão abundante assim, que ninguém se dá ao dever de fiscalizar sua aplicação?

A história é a lanterna pela qual se conduzem as gerações. O episódio das cartilhas lança luz sobre a leniência governamental e converte-se em evento histórico, profilático e ilustrativo de práticas pouco republicanas.

Erros desta natureza não podem mais se repetir. As autoridades têm a obrigação de revisar, acompanhar e fiscalizar as informações educacionais que são transmitidas à comunidade.

Ou fazem isso com critério e competência, ou correm o risco de escrever mais um sucesso popular: A Cartilha do Governo Doido!
 

Atenção! Os comentários e opiniões são de responsabilidade única e exclusiva do leitor e não expressam, necessariamente, o ponto de vista do site. Ao comentar, o usuário declara ciência e aceitação deste termo de conduta dos comentários do site LevergerNews.
Mais Opiniões
30/10/17
Estrutura do Marketing
18/09/17
Marketing político e eleitoral - Parte VI
22/05/17
Evento em prol da festa do Senhor Divino reúne personalidades em Leverger
19/08/15
BAIXADA CUIABANA E SEUS DESAFIOS
12/02/15
ESPECIALISTA FAZ ALERTA SOBRE PERIGOS DA PRÁTICA ERRADA DE CORRIDA
23/01/15
PIRACEMA - Enxugando gelo
20/12/14
O ACORDAR DE LEVERGER ESTA PRÓXIMO!
10/08/14
MT-040, estrada da morte!
27/11/13
A visão do patrão
07/11/13
O Princípio da não Autoincriminação;
31/10/13
Doutor Cid: um homem pantaneiro
14/10/13
Professores
19/05/13
Nessa manhã de frio e neblina, eis que surge o Zeppelim Gigante...
24/04/13
Nagib Saad - Uma atenção maior!
18/04/13
O Morro de Santo Antônio foi ocupado
17/04/13
A Política que queremos, não é a que temos.
11/04/13
Direito Penal do Inimigo e a matança dos inocentes do Rei Herodes
14/03/13
Guató, Manoel de Campos Bicudo, Itaicy, Augusto Leverger, Totó Paes, Jonas Pinheiro....
28/02/13
"... Assim como o arroz com feijão..."
19/01/13
Quem nunca subiu o Morro de Santo Antônio?
23/10/12
A HISTÓRIA DA NAGIB SAAD
25/07/12
Família, um porto seguro.
14/07/12
A hora da mudança é agora ! Mudança já!
11/06/12
A VIZINHA LEVERGER
07/06/12
Nosso padroeiro Santo Antônio
26/05/12
CRIANÇAS DO TERCEIRO MILÊNIO
17/05/12
ORGULHO DE SER POLITICO
09/05/12
MAIS PREJUIZOS PARA A NOSSA SANTO ANTONIO
05/01/12
PERSPECTIVAS PARA O ANO NOVO
04/01/12
EDUCAÇÃO NA REDE MUNICIPAL EM LEVERGER
CYBORG - O HOMEM DE 6 MILHÕES DE DÓLARES

Homônimo de herói de seriado americano vai responder pelo Controle de frotas e veículos da prefeitura de Leverger

BONITO PRA XA CARA !!!

Comediante é vetado para subir ao palco em Leverger

DOCUMENTO PÚBLICO

Gerente da Prefeitura Santo Antônio é suspeito de assinar ordem para pagamento sem conhecimento e autorização do chefe

DEMOROU, MAS SAIU DE CENA

Ex garoto prodígio do prefeito de Santo Antônio é exonerado

A ÚLTIMA CEIA!

Dois secretários devem sentar pela última vez ao lado do prefeito Valdir, num jantar nesta quinta-feira

Mais notas
Estrutura do Marketing
Marketing político e eleitoral - Parte VI
Cláudio Cordeiro - Publicitário/Advogado
Evento em prol da festa do Senhor Divino reúne personalidades em Leverger
Redação - Leverger News
BAIXADA CUIABANA E SEUS DESAFIOS
EMANUEL PINHEIRO - É deputado estadual pelo Partido da República (PR)
© Copyright Levergernews - Santo Antônio do Leverger, MT - Fone: (65) 3341-1799/8403-5258